segunda-feira, 3 de maio de 2010

Lição de português

Esta tarde sonhámos acordados sob as laranjeiras da Quinta do Salles, escutando as estórias que a ventania ia trazendo de terras inventadas. Devia falar-lhes de tempos verbais, de pronomes, sujeitos, predicados e complementos. Agarrámos nas palavras sopradas e demos-lhes passados, presentes e futuros em lugares de todos e de ninguém. Formámos frases simples e compostas, criando um rap ritmado, onde putos alegres cantavam sintagmas, saltavam ao eixo com o sujeito poético e rimavam palavras tão dificeis de dizer que nem vinham no dicionário.

1 comentário:

Paula Laranjeira disse...

Bela lição...! Trabalhar gramática é tão complicado, mas assim fica fácil.

bjs

 
BlogBlogs.Com.Br